Assertividade, um caminho para quem é, e para quem quer ser Líder!

Assertividade é uma palavra que se ouve com frequência nos dias de hoje, mas qual seu significado e importância para o comportamento das pessoas em geral? Será que faz sentido no mundo corporativo?

 

Vejamos!

 

Podemos definir assertividade como a habilidade social de fazer afirmação dos próprios direitos e expressar pensamentos, sentimentos e crenças de maneira direta, clara, honesta e apropriada ao contexto, de modo a não violar o direito das outras pessoas.

 

Segundo o dicionário Houaiss assertividade é “a qualidade ou condição do que é assertivo”. Assertivo: “que faz uma asserção; afirmativo locutor declara algo, positivo ou negativo, do qual assume inteiramente a validade; declarativo; afirmação que é feita com muita segurança, em cujo teor o falante acredita profundamente”.

 

Ou seja, assertividade é a forma de comunicação que permite que falemos nossas verdades. Então, podemos afirmar que ser assertivo é fundamental para qualquer ser humano, em qualquer lugar que esteja, desde que tenha como objetivo posicionar-se e ser verdadeiro.

 

Cabe ressaltar que assertividade não é agressividade, nem arrogância, uma vez que não significa falar de qualquer jeito o que se pensa, mas sempre levar em consideração o direito do outro, o respeito e a gentileza.

 

No ambiente de trabalho, por vezes os profissionais têm medo de assumir seus papéis de forma direta e autêntica e acabam engolindo o que pensam ou fazendo fofoca, pois esse é um meio usualmente praticado por quem é imaturo e não assertivo. Não falam para a pessoa diretamente o que precisa ser dito, mas dizem para um terceiro, complicando as relações, diminuindo a produtividade, entre outras consequências.

 

Há também os que são agressivos verbalmente, usando palavras e tons de voz que violam o direito dos outros.

 

Assertividade, portanto, é nem ser não assertivo e nem agressivo. É posicionar-se com clareza e objetividade sobre assuntos relevantes.

 

Para a empresa a assertividade traz inúmeros benefícios, desde a melhora do clima até o aumento da produtividade, com melhora no desempenho dos colaboradores e maior rapidez nas tomadas de decisão. Para o colaborador, sente-se importante, respeitado, forte, importante e capaz. Para o líder, então, a assertividade é fundamental  em quase todas suas ações. Vejamos alguns exemplos:

 

  1. Nas entrevistas de seleção: quando o líder é assertivo faz perguntas claras e objetivas, escuta as respostas e estabelece uma ligação com o candidato, capaz de ajudá-lo nas decisões a serem tomadas;
  2. Nas orientações diretas e treinamentos: tornam claras e precisas suas expectativas e formas como o trabalho precisa ser realizado;
  3. Nas avaliações e feedbacks: clareiam com objetividade os realinhamentos necessários e enfatizam os pontos positivos.
  4. Nas demissões: deixam claro o motivo e ajudam no autoconhecimento e desenvolvimento dos colaboradores.

 

Um comportamento não assertivo gera conflitos, fracassos e mal estar nas organizações. Sendo assim, aquele que está em posição de liderança, precisa ter claro qual o seu papel e em como desenvolver comportamentos desejáveis e salutares para influenciar positivamente sua equipe.

 

Para os profissionais em geral, desenvolver a própria assertividade garante um trabalho mais feliz, direcionado, objetivo e comprometido. Portanto, é importante que desenvolvam essa forma de comunicação, pois será um passaporte para ser mais valorizado no mercado, portanto, competitivo.

 

Da mesma forma que o líder, desde o momento que participa de uma entrevista de seleção, toda trajetória de um profissional na empresa, quando pautada na assertividade é muito mais efetiva e preenchedora.

 

A assertividade é um comportamento que pode ser treinado.

 

Profa. Dra. Fátima Motta

182 Post Views
plugins premium WordPress