Como lidar com o estresse e com a ansiedade?

Nestes tempos desafiadores, é crucial ter ferramentas práticas para manter a saúde mental. Vamos explorar estratégias comprovadas que podem ajudar a aliviar o estresse e a ansiedade em sua vida cotidiana. Esse assunto traz uma imensa importância, já que é uma tendência amplamente reconhecida que os níveis de estresse e ansiedade têm aumentado em muitas partes do mundo, especialmente devido a fatores como pandemias, pressões socioeconômicas, e mudanças rápidas na sociedade.

 

Antes de mergulharmos nas técnicas para lidar com o estresse e a ansiedade, é fundamental compreender as diferenças entre esses dois estados emocionais.

 

Estresse X Ansiedade

O estresse é uma resposta natural do corpo a situações desafiadoras. Pode ser desencadeado por pressões externas, como prazos, responsabilidades financeiras, ou eventos inesperados. Geralmente é uma reação imediata a uma situação específica e tende a ser temporário, já que é vinculado a eventos. Os sintomas físicos do estresse muitas vezes estão ligados à resposta de ‘lutar ou fugir’, como aumento da frequência cardíaca. Em pequenas doses, o estresse pode ser funcional, motivando-nos a agir.

 

Vamos entender, agora, as diferenças com a ansiedade. A ansiedade é uma resposta mais prolongada e persistente a situações percebidas como ameaçadoras. Envolve preocupação excessiva e antecipação de eventos futuros, muitas vezes acompanhada por sintomas físicos como tensão muscular, inquietação e insônia. É uma resposta prolongada, muitas vezes sem uma causa imediatamente identificável. Pode ser influenciada por fatores internos, como preocupações excessivas e pensamentos negativos. Pode persistir por longos períodos, afetando a qualidade de vida. Manifesta-se de diversas maneiras, incluindo sintomas físicos e mentais. Quando é persistente pode se tornar disfuncional, interferindo nas atividades diárias e no bem-estar emocional.

 

Técnicas Para Lidar Com o Stress e com a Ansiedade

 

  • Estar presente no aqui e agora

Talvez essa seja a técnica mais desafiadora, mas a mais potente. Desafiadora, porque estamos por demais acostumados a fazer tudo mecanicamente e, ao mesmo tempo, pensar no que ainda não foi feito, no prazo para a realização, nos problemas familiares, o que acelera o estresse e também a ansiedade. Prestar atenção a tudo que é feito, no momento que está sendo realizado, traz mais equilíbrio, qualidade nas decisões e, sobretudo relacionamentos mais saudáveis.

 

 

  • Respiração profunda

Respirar é o ato que nos mantém vivos, mas temos pouca ou nenhuma consciência do ato de respirar. E, quando pensamos em respirar com consciência, sempre é uma possibilidade a ser considerada caso se esteja em algum lugar próprio para meditação ou em casa. E na empresa, é possível? É totalmente possível praticar respiração profunda discretamente durante uma reunião ou no ambiente de trabalho sem chamar muita atenção. Pode-se respirar silenciosamente, concentrando-se mais na expiração do que na inspiração, envolvendo o músculo abdominal durante a respiração e colocando as mãos no colo ou sobre a mesa. Os benefícios dessa técnica é redução imediata do estresse e aumento da clareza mental.

 

 

  • Mindfulness e Meditação

Mindfulness, em português “atenção plena” ou “consciência plena”, refere-se a uma prática de focar a atenção no momento presente de maneira intencional, sem julgamento. Essa abordagem tem raízes em tradições contemplativas, como o budismo, mas foi secularizada e introduzida em contextos terapêuticos e de bem-estar. Não se trata de eliminar pensamentos ou emoções, mas de cultivar uma relação saudável com eles, observando-os com curiosidade e aceitação.

 

A pergunta que não quer calar… dá para fazer na empresa?

 

Respirar conscientemente, sem julgamento, é possível sempre, inclusive na empresa. Há possibilidade de uma parada para o café ou para uma água ou outra necessidade fisiológica, onde se pode exercitar uma pausa e respirar conscientemente, usando as técnicas do mindfulness (foco, contagem, ausência de julgamentos etc.) https://www.gov.br/ebserh/pt-br/hospitais-universitarios/regiao-sudeste/hu-ufjf/saude/covid-19/Mindfulness.pdf

 

A prática de mindfulness no trabalho pode contribuir para um ambiente mais equilibrado e produtivo, melhorando a atenção, a tomada de decisões e a resiliência ao estresse. Experimente incorporar gradualmente essas práticas no seu dia-a-dia e ajuste conforme necessário.

 

  • Exercícios Físicos

Exercícios físicos desempenham um papel crucial na redução do estresse e da ansiedade, impactando positivamente tanto a saúde mental quanto a física. As razões pelas quais a prática regular de exercícios é essencial para lidar com o estresse e a ansiedade vão desde a liberação de endorfinas, redução do cortisol, melhoria do sono, melhoria da autoestima, passando pelos reconhecidos relaxamento muscular, socialização, integração corpo e mente, chegando a melhoras cognitivas, maior autocontrole e sensação de realização.

 

Portanto, mesmo que sua rotina inclua viagens, lembre-se de levar um tênis e fazer suas atividades onde estiver hospedado. Uma simples caminhada, já faz uma grande diferença. E, caso sua rotina o mantenha na cidade onde mora, separe um horário para deixar seu corpo mais preparado para o dia e sua mente mais alerta e saudável.

.

  • Definição de Limites

Dizer “não” é uma habilidade importante que desempenha um papel crucial na gestão do tempo, energia e bem-estar emocional. Permite priorizar compromissos, diminui a sobrecarga, preserva a energia, mantem o foco em objetivos pessoais, além de estimular autenticidade, integridade e o auto respeito. Além de tudo isso, quem sabe dizer não e estabelece limites, é mais valorizado, pois, preservar seu tempo é saber se valorizar, o que evita futuros ressentimentos e protege as relações sociais. Gosto de lembrar da frase “O que é combinado não é caro”. Quem assume atividades além do próprio cargo, ou até em casa, carregando nas costas muitas responsabilidades sem compartilhar, acaba tomando para si uma carga desnecessária que depois passa a ser obrigação, o que pode terminar em frustrações, desentendimentos e até rupturas.

 

Estabelecer limites também significa a possibilidade de desenvolver pessoas, uma vez que a delegação é uma importante aliada para esse contexto. É possível delegar a atividade ou tarefa em questão para outra pessoa? Se sim, por que não aproveitar essa situação para possibilitar o crescimento de outra pessoa? Ou seja, encontra-se aspectos positivos não apenas para quem estabelece limites, mas também para quem absorve a atividade.

 

  • TERAPIA E APOIO SOCIAL

Buscar ajuda profissional, seja na área de saúde mental, emocional, física ou em outras áreas especializadas, é uma decisão valiosa e muitas vezes essencial para o bem-estar geral. Contar com profissionais que tenham experiência, ajudam à utilização de ferramentas específicas, desde simples exercícios, até suplementos e talvez alguns medicamentos importantes para restabelecer a saúde nas suas diversas nuances.

 

Toda ação voltada para a saúde mental, emocional e/ou física ajudam no autoconhecimento e na possibilidade de uma gestão adequada das forças e dificuldades que temos. Aqui, cabe lembrar a importância de pensar em trabalhos terapêuticos.

 

Buscar ajuda profissional não é sinal de fraqueza, mas sim uma demonstração de força. Pode ser um passo vital para superar desafios, aprender habilidades de enfrentamento eficazes e melhorar a qualidade de vida.

 

Além de processos terapêuticos o apoio social também é uma grande alternativa para manter a saúde. São relacionamentos positivos, conexões interpessoais que contribuem para o bem-estar emocional, mental e, muitas vezes, físico das pessoas envolvidas. Esses relacionamentos são caracterizados por elementos construtivos que promovem apoio mútuo, comunicação saudável, respeito, empatia e satisfação geral.

 

Afastar-se de relacionamentos tóxicos, difíceis, que não acrescentam, pelo contrário, apenas subtraem, é uma decisão fundamental.

 

Relacionamentos positivos possibilitam uma comunicação aberta e honesta, empatia e compreensão, apoio em tempos difíceis, celebração de conquistas, contribuindo para o florescimento e o equilíbrio emocional de cada pessoa envolvida, criando um ambiente onde as pessoas se sentem valorizadas e apoiadas. Essas conexões podem ocorrer em diversos contextos, incluindo amizades, família, relacionamentos românticos e profissionais.

 

Vocês já devem ter ouvido a frase: “quem tem amigo, tem tudo”. Existem pesquisas que apontam um aumento na longevidade para pessoas que desfrutam de uma boa e sincera amizade. Mas, para isso, assim como todas as outras dicas que foram relacionadas, é necessário tempo e dedicação. Não se constrói uma amizade de um dia para o outro, mas sempre é tempo de começar.

 

ENTÃO… PARA TERMINAR O QUE DEVE COMEÇAR….

 

As 5 técnicas que abordamos foram:

– Estar presente no aqui e no agora

– Respiração Profunda

– Mindfulness

– Exercícios Físicos

– Definição de Limites

– Terapia e Apoio Social

 

Incorporar técnicas para o bem-estar na rotina diária requer comprometimento e consistência.

 

Agora o desafio está com você. Estabeleça o seu Plano de Saúde, individual e intransferível. Defina suas prioridades, a partir do que entende que tenha significado e que seja prazeroso. Acho importante lembrar que tudo na vida são escolhas e, se não escolhermos pela nossa saúde mental, emocional e física, que escolha estamos fazendo?

 

Pense nisso!!!!

 

Profa. Dra. Fátima Motta

401 Post Views
plugins premium WordPress