Liderança é Confiança e Respeito: Aprofundando essa compreensão através da relação entre cavalos e cavaleiros

Em um mundo onde a liderança é frequentemente percebida como sinônimo de poder e controle, a equitação nos oferece uma perspectiva singular e esclarecedora sobre como liderar de maneira eficaz, através da confiança e do respeito mútuos. Nos campos e estábulos, distante dos ambientes corporativos convencionais, existe uma dinâmica de liderança que transcende o verbal e toca no essencial da comunicação não-verbal e emocional.

 

Cavalos, como criaturas altamente sociais e sensíveis, têm uma capacidade notável de perceber as emoções e intenções humanas. Essa sensibilidade exige que o cavaleiro desenvolva uma forma de comunicação baseada menos na força e mais na confiança e no entendimento mútuo. Um cavalo responde ao seu cavaleiro com base na segurança e conforto que ele transmite. Este relacionamento não é diferente de qualquer relação de liderança eficaz, onde a confiança é a pedra angular. Falar e fazer, coerência em relação ao propósito é o que se espera de um líder.

 

A confiança entre cavalo e cavaleiro se desenvolve através de um entendimento profundo e respeito pelas capacidades e limitações de cada um. Quando um cavaleiro respeita a natureza do cavalo, ajustando suas demandas e comandos para alinhar com o bem-estar e a disposição do animal, ele estabelece uma base de respeito mútuo. Da mesma forma, em um ambiente de trabalho, quando um líder reconhece e valoriza as habilidades e contribuições de cada membro da equipe, ele cultiva um ambiente de respeito que promove uma maior cooperação e engajamento.

 

Gary Yukl, em seu livro “Leadership in Organizations”, argumenta que liderar eficazmente envolve influenciar outros não apenas através de diretivas, mas também modelando e inspirando comportamento através do exemplo. No hipismo, isso é evidente quando um cavaleiro demonstra calma e confiança, mesmo em situações desafiadoras, comunicando essas qualidades ao cavalo, que, por sua vez, responde com tranquilidade e disposição para seguir as orientações.

 

Este tipo de liderança é profundamente relacional e construído sobre a premissa de que a autoridade verdadeira é conquistada e não imposta. Robert J. House, em sua teoria sobre liderança carismática, ressalta que líderes que são admirados e respeitados são aqueles que mostram consideração genuína pelo bem-estar de seus seguidores, similar ao cuidado que um cavaleiro deve ter para com seu cavalo.

 

A dinâmica entre cavaleiro e cavalo também nos ensina sobre a importância da paciência e do investimento a longo prazo na construção de uma relação de confiança. Este entendimento é crucial para líderes que desejam criar equipes resilientes e adaptativas. Afinal, assim como um cavaleiro ajusta suas técnicas e abordagens com base nas respostas do cavalo, líderes eficazes ajustam seu estilo de liderança para melhor atender às necessidades de sua equipe, promovendo um ambiente de trabalho mais harmonioso e produtivo.

 

Em resumo, as lições de liderança que podemos aprender com a equitação são inestimáveis. Elas nos mostram que a verdadeira liderança é fundamentada na habilidade de estabelecer uma relação de confiança e respeito, onde a autoridade é exercida com empatia e consideração. Ao olhar para os princípios que regem a relação entre cavaleiros e cavalos, líderes podem encontrar inspiração para cultivar uma liderança que não apenas dirige, mas verdadeiramente inspira e eleva aqueles ao seu redor.

 

Quer entender mais sobre tudo isso?

Saiba mais sobre nosso projeto de Liderança e Hipismo, uma forma revolucionária e inovadora de, a partir da experiência prática e natural, entender a liderança do mundo corporativo.

https://fatimamotta.com.br/lideranca-e-hipismo/

 

 

Profa. Dra. Fátima Motta

200 Post Views
plugins premium WordPress